A AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM COMO UM INSTRUMENTO DE CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO: A PERSPECTIVA DOS ALUNOS DO 4º ANO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DAS FACULDADES UNIDAS DO VALE DO ARAGUÁIA

Gibran Dias Paes de Freitas, Elaine Maria de Souza

Resumo


Este trabalho tem como objetivo investigar as metodologias e estratégias de avaliação utilizadas no 4° ano de Licenciatura em Educação Física das Faculdades Unidas do Vale do Araguaia (UNIVAR). O pressuposto teórico adotado consiste na ideia de que, os métodos de avaliação devem ser utilizados pelo professor com a intenção de repensar constantemente o processo de construção da aprendizagem dos acadêmicos. Os estudos encontram-se ancorados em uma pesquisa exploratória, utilizando para o levantamento e coleta de dados por meio de questionários, compostos de dez perguntas objetivas.


Texto completo:

PDF

Referências


ABEC – UNIVAR FACULDADES UNIDAS DO VALE DO ARAGUAIA; Elaborando Trabalhos Científicos – normas para apresentação e elaboração de trabalhos científicos. Barra do Garças (MT): Editora ABEC, 2012.

ÁLVAREZ MENDEZ, Juan M. Avaliar Para Conhecer: examinar para excluir. Porto Alegre: Artmed, 2002.

BLOOM, B. S.: HASTINGS, J. T.: MADAUS, G. F. Evolucion del Aprendizagem. Argentina: Troquel, 1975, tono 1.

BRASIL – Parâmetros Curriculares Nacionais: pluralidade cultural: orientação sexual: Ministério da Educação. Secretaria da Educação fundamental. 3 ed. Brasília: a secretaria, 2001.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB Lei nº 9394/96.

DEMO, Pedro. Teoria e Pratica da Avaliação Qualitativa.Tema do segundo congresso internacional sobre a avaliação na educação. Curitiba, Paraná, 2004.p. 156-166.

DEPRESBITERES, L. O Desafio da Avaliação da Aprendizagem: dos fundamentos a uma proposta inovadora. São Paulo: Epu, 1989.

DIAS, Sobrinho, Jose. Avaliação: politicas e reformas da Educação Superior. São Paulo: Cortez,2003.

FERNANDES, M. E. A. Avaliação Institucional da Escola. 3. ed. Fortaleza: Ed. Demócrito Rocha, UECE, 2002.

GHIRALDELLI Jr., P. História da Educação. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1992.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito & desafio. São Paulo: Mediação, 2002.

HAYDT, R. C. C. Curso de Didática Geral. 7. ed. São Paulo: Ática, 2002. (Série Educação).

LUCKESI, Cipriano Carlos. Maneiras de Avaliar a Aprendizagem. Pátio. São Paulo, ano 3. nº 12. p. 7 –11, 2000.

LUCKESI, Cipriano C. Avaliação da Aprendizagem Escolar. 13º ed. São Paulo: Cortez, 2002.

LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 1994. (Coleção Magistério. Série Formação do Professor).

LUCKESI. C.C. Avaliação da Aprendizagem Escolar. 9. ed. São Paulo: Cortez; 1999.

MIZUKAMI, M. G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: Epu, 1986.

PAIXÃO. P C. M. Avaliação da Aprendizagem na Educação Superior. Maringá: NEAD, 2011.

SANT’ANNA, Ilza Martins. Por Que Avaliar? Como avaliar?: critérios e instrumentos. 7. ed. Vozes. Petrópolis 2001.

SOEIRO. L. AVELINE. S. Avaliação Educacional: pedagogia. Sulina;1982.

TURRA, C. M. G. Planejamento de Ensino e Avaliação. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2006.

VASCONCELLOS, C. dos S. Avaliação da Aprendizagem: práticas de mudança – por uma práxis transformadora. São Paulo: Libertad, 1993.

VASCONCELOS, C. dos S. Planejamento: projeto de ensino-aprendizagem e projeto político pedagógico. 3. ed. São Paulo: Libertad, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.