PRINCIPAIS PROBLEMAS ENFRENTADOS POR PRODUTORES DE PEIXES NA REGIÃO DE BARRA DO GARÇAS E PONTAL DO ARAGUAIA - MT

ELIANE AZEVEDO RIBEIRO, TATIANA LIMA DE MELO, DENISE DA COSTA BARBOSA CARMO, JOSILENE DA SILVA TRINDADE, LÚCIO VIOLIN JUNQUEIRA

Resumo


Este trabalho tem como objetivo verificar os principais entraves para a produção de peixes dos produtores nos municípios de Barra do Garças e Pontal do Araguaia. Para isso foi realizada uma entrevista com três produtores, sendo que dois possuem pisciculturas em funcionamento e um não  tem peixes dentro dos tanques. As principais dificuldades relatadas foram com relação a ração, tanto o preço quanto o frete, e o baixo preço no mercado. Com isso, pode-se observar que há a necessidade de profissionais para orientar esses produtores sobre as adversidades encontradas durante o processo de produção.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, D.R.; YASUI, G.S. O manejo da reprodução natural e artificial e sua importância na produção de peixes no Brasil. Rev. Bras. Reprod. Animal, v. 27, n. 2. P. 166-172, 2003.

BALDISSEROTTO, Bernardo. Piscicultura continental no Rio Grande do Sul: situação atual, problemas e perspectivas para o futuro. Ciência rural, v. 39, n. 1, p. 291-299, 2009.

BRABO, M.F. et al. Cenário atual da produção de pescado no mundo, no Brasil e no estado do Pará: ênfase na aquicultura. Acta Fish. Aquat. Res., v. 4, n. 2, p. 50-58, 2016.

BRANDÃO, P. A.O. et al. Análise do consumo de carne de peixe na cidade de Barra do Garças – MT. Interdisciplinar: Revista Eletrônica da UNIVAR, v. 02, n. 14, p. 55-60, 2015.

CALDERÓN, L. E. V. Avaliação econômica da criação de tilápias (Oreochromis spp.) em tanque-rede: estudo de casos. 2003. 87 p. Dissertação (Mestrado em Aquicultura) – Centro de Aquicultura, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2003.

CARNEIRO F. C. P.; MARTINS, M. I. E. G.; CYRINO, J. E. P. Estudo de caso da criação comercial da tilapia vermelha em tanque-rede: avaliação econômica. Informações Econômicas, São Paulo, v. 29, n. 8, p. 52-61, ago. 1999.

FAMATO, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Mato Grosso. Diagnóstico da Piscicultura em Mato Grosso. Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) – Cuiabá: 2014.

FARIA, Regina Helena Sant’Ana et al. Manual de criação de peixes em viveiro. Brasília: Codevasf, 2013.

FAO, Organización de las Naciones Unidas para la Alimentación y la Agricultura. El estado mundial de la pesca y la acuicultura. Contribución a la seguridade alimentaria y la nutrición para todos. Roma: FAO, 2016. 224 p. Disponível em: http://www.fao.org/documents/card/es/c/357c79a0-7fee-428f-a04e-9e86ba1a2ac5/ Acesso em março de 2017.

FREITAS, C.O. et al. Gestão de custo e viabilidade de implantação de piscicultura no município de Urupá em Rondônia, Amazônia – Brasil. 2015. Disponível em http://anaiscbc.emnuvens.com.br/anais/article/viewFile/3937/3938. Acesso em 13/03/2016.

LOPERA-BARRERO, N.M. et al. Dificuldades e prioridades da aquicultura no Brasil. In: LOPERA-BARRERO, N.M. et al. (Org.). Produção de organismos aquáticos: uma visão geral no Brasil e no mundo. Guaíba, RS: Agrolivros, 2011. P. 229-241.

MITTERER-DALTÓE, M.L. et al. Potencial de inserção de empanados de pescado na merenda escolar mediante determinantes individuais. Ciência Rural, v. 42, n. 11, p. 2092-2098, 2012.

OBA, E.T.; MARIANO, W.S.; SANTOS, L.R.B. Estresse em peixes cultivados: agravantes e atenuantes para o manejo rentável. In: TAVARES-DIAS, M. (Org.) Manejo e sanidade de peixes em cultivo. Macapá: EMBRAPA, 2009.

OLIVEIRA, R.C. O panorama da aquicultura no Brasil: a prática com foco na sustentabilidade. Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade, v. 2, n. 1, p. 71-89, 2009.

SCORVO FILHO, J. D.; MARTIN, N. B.; AYROZA, L. M. S. Piscicultura em São Paulo: custos e retornos de diferentes sistemas de produção na safra 1996/97. Informações Econômicas, São Paulo, v. 28, n. 3, p. 41-60, mar. 1998.

SCORVO FILHO, João Donato. Avaliação técnica e econômica das piscigranjas de três regiões de São Paulo. 1999. 120 p. Dissertação (Doutorado em Aquicultura) – Programa de Pós – Graduação em Aquicultura. Centro de Aquicultura da Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 1999.

SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Ideias de negócios para 2014. Disponível em: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/tudo-o-que-precisa-saber-para-comecar-a-empreenderideias-de-negocio,3e921512f1696410VgnVCM1000003b74010aRCRD Acesso em maio de 2016.

SILVA, M.L.; MATTÉ, G.R.; MATTÉ, M.H. Aspectos sanitários da comercialização de pescado em feiras livres da cidade de São Paulo, SP/Brasil. Rev. Inst. Adolfo Lutz (Impr.), v. 67, n. 3, 2008.

SOUZA FILHO, J.; SCHAPPO, C. L.; TAMASSIA, S. T. J. Custo de produção do peixe de água doce. Ed. Revisada. Florianópolis: Instituto Cepa/SC/ Epagri, (Cadernos de Indicadores Agrícolas, 2), 2003. 40 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.