INFLUÊNCIA DO ESTRESSE CALÓRICO NA REPRODUÇÃO DE FÊMEAS BOVINAS

ALEX TEODORO DE FIGUEIREDO, REÍSSA ALVES VILELA, GEORGE ADRIANO DOS SANTOS SILVA, FABRÍCIO DA SILVA MELO, ADRIANO RUPPENTHAL

Resumo


Na produção de bovinos na pecuária brasileira predomina o sistema extensivo. Nessa condição os animais estão sob influência do ambiente térmico. Desse modo, o presente estudo objetivou realizar uma revisão sob a influência do estresse calórico na reprodução de fêmeas bovinas. Os animais quando expostos ao estresse térmico por calor suprimem o desempenho reprodutivo com redução do período de estro, menores taxas de detecção de cio; redução na concentração plasmática de GnRH e redução de tamanho do folículo dominante e no desenvolvimento embrionário. Porém, ainda é necessário estudo para elucidar a influência do estresse nas fases reprodutivas das fêmeas bovinas.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, M. F. Efeito do estresse térmico na taxa de maturação, fecundação e desenvolvimento de embriões bovinos fecundados in vitro. 2012. 73f. Dissertação (Mestrado em Sanidade, Segurança Alimentar e Ambiental no Agronegócio) – Instituto Biológico. São Paulo. 2012.

BACCARI JUNIOR, F. Manejo ambiental para produção de leite em climas quentes. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIOMETEOROLOGIA, 2, Goiânia. Anais... Goiânia: UCG, 1998, p.136-161.

BACCARI JUNIOR, F. Manejo Ambiental de Vacas Leiteiras em Clima Quente. Londrina: UEL, 2001.

BAÊTA, F. C.; SOUZA, C. F. Ambiência em edificações rurais: conforto animal. Viçosa: UFV, 1997.

COUTO, R. S. Eficiência reprodutiva de vacas mestiças leiteiras criadas em sistemas de criação com e sem sombreamento. 2013. 50f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Amazônia Oriental. Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém, 2013.

CRUZ, L.V. et al. Efeitos do estresse térmico na produção leiteira: Revisão de Literatura. Revista Científica Eletrônica de Medicina Veterinária. [S. l.], v.1, n.16, p. 1-18, 2011.

EVANGELISTA, G. T. Fatores que influenciam a repetição de prenhez em vacas de corte primíparas. 2011. 32f. Monografia (Bacharelado em Medicina Veterinária) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 2011.

HAFEZ, E. S. E.; HAFEZ, B. Reprodução animal. 7ed. São Paulo: Manole, 2004.

HANSEN, P. J. et al. Adverse impact of heat stress on embryo production: causes and strategies for mitigation. Theriogenology. [S. l.], v.55, n. 1, p.91-103, 2001.

HANSEN, P. J. Managing the heat-stressed cow to improve reproduction. In: WESTERN

DAIRY MANAGEMENT CONFERENCE, 7, 2005, Reno, NV. Anais… Reno, NV: WDMC, 2005, p.63-70.

HUBER, J. T. Alimentação de vacas de alta produção sob condições de estresse térmico In: SIMPÓSIO SOBRE BOVINOCULTURA LEITEIRA. Piracicaba Anais... Piracicaba: FEALQ, 1990, p. 33-48.

HUNTER, R. H. F. Temperature gradients in female reproductive tissues and their potential significance. Animal Reproduction, [S. l.], v. 6, n.1, p. 7-15, 2009.

LEITE, D. M. G. Efeitos negativos do estresse sobre o desempenho reprodutivo. Seminário apresentado na disciplina Endocrinologia da reprodução. 2002. Disponível em: http://www6.ufrgs.br/favet/lacvet/restrito/pdf/stress_reprod.pdf. Acessado em: 15 de Agosto de 2016

LIMA, R. S. O papel do fator de crescimento semelhante à insulina-I sobre os efeitos deletérios do choque térmico em oócitos bovinos no estádio de vesícula germinativa. 2012. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) – Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2012.

MORELLI, P. Estresse térmico na reprodução de vacas leiteiras. 2009. 21f. Monografia (Bacharelado em Medicina Veterinária) – Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Júlio de Mesquita Filho, Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2009.

NASCIMENTO, R. Índice estima a necessidade de resfriamento de vacas leiteiras no combate ao estresse térmico. 2013. Disponível em: Acesso em: 05 de Setembro de 2016.

NÄÄS, I. A. Princípios de conforto térmico na produção animal. São Paulo: ícone, 1989.

OLIVEIRA, E. C. et al. Efeito do estresse térmico sobre a produção de bovinos de leite no Municipio de Merilandia-ES. Enciclopédia Biosfera - Goiânia, v.9, n.16; p. 913-933, 2013.

PEREIRA, J. C. C. Fundamentos de Bioclimatologia Aplicados à Produção Animal. Belo Horizonte: FEPMVZ. 2005.

POLYCARPO, R. C.; PACHECO JUNIOR, A. J. D. Detecção do cio. 2007. Disponível em: http://m.milkpoint.com.br/radar-tecnico/melhoramento-genetico/deteccao-do-cio-40511n.aspx?pgComent=1. Acessado em: 25 de Setembro de 2016.

REECE, W. O. Dukes: Fisiologia dos animais domésticos. 12ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007.

RODRIGUES, E. Conforto Térmico das Construções. 2006. Disponível em: http://ead.sitescola.com.br/arquivo/documento/homeotermia.pdf. Acesso em: 05 de Outubro de 2016.

ROSA, J. P. Endocrinologia do estresse e importância do bem-estar animal. 2003. Disponível em: http://www6.ufrgs.br/favet/lacvet/restrito/pdf/stress.pdf. Acessado em 15 de Agosto de 2016.

SANTOS, V. P. O. Estresse e a Reprodução. 2003. Disponível em: http://www6.ufrgs.br/favet/lacvet/restrito/pdf/stress_repr.pdf. Acessado em: 15 de Agosto de 2016.

SHEHAB-EL-DEEN, M. A. M. M. et al. Biochemical changes in the follicular fluid of the dominant follicle of high producing dairy cows exposed to heat stress early post-partum.Animal reproduction science. [S. l.], v. 117, n. 3, p. 189-200, 2010.

SILVA, R, G. Introdução a bioclimatologia animal. São Paulo: Nobel. 2000.

USDA - United States Departament of Agriculture. 2012. Disponível em: . Acessado em: 10 de Março de 2016.

USDA - United States Departament of Agriculture. 2015. Disponível em: . Acessado em: 10 de março de 2016.

VASCONCELOS, J. L. M.; DEMETRIO, D. G. B. Manejo reprodutivo de vacas sob estresse calórico. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa-MG, v. 40, p. 396-401, 2011 (suplemento especial).

VASCONCELOS, J. L. M. Manejo de vacas leiteiras para melhoria do desempenho reprodutivo durante períodos de estresse calórico. Milk Point, 2001. Disponível em: http://www.milkpoint.com.br. Acesso em: 10 de junho 2016.

VIANNA, F. P. Influência do Estresse Térmico na Atividade Reprodutiva de Fêmeas Bovinas. 2002. Disponível em: http://www.geocities.ws/andbt/semi02/Felipe.pdf. Acessado em: 30 de Fevereiro de 2016.

WEST, J. W. Nutritional strategies for managing the heat-stressed dairy cow. Journal of Dairy Science, [S. l.], v.82, n.2, p.21-35, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.