A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO CONTINUADA NA ATUALIDADE

PABBLO ABADIA MIRANDA RODRIGUES, MARIA BERNADETE POZZOBOM COSTA, GLAUCIA MARIA CARTERI, GERSILEIDE PAULINO DE AGUIAR

Resumo


O tema formação continuada é um assunto recorrente nos dias atuais. A temática, formação continuada de professores, tem provocado variadas discussões. O seu estudo se justifica me medida em que outras práticas pedagógicas se tornam possíveis e pelo despertar para a profissão docente. O estudo realizado destaca a importância da formação continuada de para os avanços no meio educacional. O objetivo foi de refletir sobre a importância da formação continuada e a sua contribuição para o crescimento profissional do professor. Considerando a pesquisa realizada, pode-se afirmar que a criação e implantação de cursos de formação continuada são importantes no desenvolvimento da profissão docente, na medida em que contribuem para outras práticas. Assim, destaca-se que é preciso continuar investindo no estudo permanente dos professores, bem como no compartilhamento de experiências vivenciadas no meio educacional.


Texto completo:

PDF

Referências


ABEC - Elaborando Trabalho Científicos. Normas para apresentação e elaboração. Univar – Faculdades Unidas do Vale do Araguaia. Barra do Garças (MT): Editora ABEC, 2011.

ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo: Cortez, 2003. (Coleção questões da nossa época).

BEHRENS, Marilda A. Formação continuada de professores e a prática pedagógica. Curitiba: Champagnat, p. 229, 1996.

CANDAU, Vera M. F. Formação continuada de professores: tendências atuais. In: CANDAU, V. M. F. Magistério, construção cotidiana. Petrópolis: Vozes, 1999. p. 64.

CHIMENTÃO, Lilian Kemmer. O significado da formação continuada. Universidade Estadual de Londrina. 4º Congresso do Norte Paranaense de Educação Física Escolar. 7 a 10 de Julho de 2009. ISBN 978-85-7846-045-7

FUSARI, José Cerchi; RIOS, Terezinha A. Formação continuada dos profissionais do ensino. Caderno Cedes, Campinas, SP, n. 36, p.38, 1995.

GATTI, Bernadete A. (Cood.). Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. Ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LIBANÊO, José Carlos: Pedagogia e pedagogos, para que? São Paulo: Cortez, 2004.

MARQUES, Mario Osorio. Aprendizagem na mediação social do aprendido e da docência, Ijuí: Ed. Unijuí, 1995.

MALDANER, Otavio Aloisio. A formação inicial e continuada de professores de Química 2.ed. ver.—Ijuí: ED. Unijuí, 2003

GATTI, Bernadete A. Formação Continuada de professores: A questão psicossocial. Caderno de Pesquisa, 2003 disponível em http://www.scielo.br/pdf/cp/n119/n119a10, acesso 02 de setembro 2016.

MARIN, Alda Junqueira, Educação continuada: Introdução a uma análise de termos e concepções. In: Cadernos Cedes 36, Educação Continuada. Campinas: Papirus, 1995.

PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E (Org): Professor reflexivo no Brasil: Gênese e crítica de um conceito. 2 ed. São Paulo, Cortez, 2002.

ROSEMBERG, Dulcinéa S. O processo de formação continuada de professores: do instituindo ao instituinte. Niterói: Intertexto; Rio de Janeiro: WAK, 2002.

VERDINELLI, Marilsa Maria. Formação continuada de professores do ensino fundamental subsidiada pela pedagogia histórico crítica e teoria histórico-cultural. Maringá 2007. Disponível em: Acesso em: 29 nov. 2016.

CHIMENTÃO, Lilian Kemmer. O significado da formação continuada docente. Londrina 2009. Disponível em: Acesso em: 29 nov. 2016


Apontamentos

  • Não há apontamentos.