AVALIAÇÃO DO USO DE MEDICAMENTOS ANTIDEPRESSIVOS DISPENSADOS NA FARMÁCIA BÁSICA NO MUNICÍPIO DE BARRA DO GARÇAS - MT

KENIA MARQUES CAMPOS, WEMERSON B. BORGES AFONSO, SUIANI PRISCILA ROEWER

Resumo


Os antidepressivos que estão disponíveis atualmente são os antidepressivos tricíclicos, os antidepressivos inibidores da monoaminoxidase, os antidepressivos inibidores seletivos da receptação de serotonina e os antidepressivos atípicos, sendo que cada classe possui um mecanismo de ação diferente. Assim, essa pesquisa objetivou avaliar o uso de antidepressivos dispensados, verificando os mais utilizados, faixa etária dos pacientes e principais efeitos adversos. Trata-se de uma pesquisa descritiva documental de campo, baseada em aplicação de questionários a pacientes usuários de antidepressivos dispensados na Farmácia Básica do município. Foi observado que os medicamentos mais dispensados são a amitriptilina e fluoxetina. Foram entrevistados 30 pacientes sendo 13% homens e 87% mulheres, de faixa etária entre 20 a 60 anos, sendo que 30% dos entrevistados utilizam amitriptilina e 70% utilizam fluoxetina, além disso, 25% são homens e 75% são mulheres. Através desta pesquisa, é perceptível que a porcentagem do uso de antidepressivos é alta em pessoas acima de 40 anos, o que causa preocupação visto que indivíduos acima dessa idade usam medicamentos diários com frequência e pode aumentar alguns dos efeitos colaterais e interações medicamentosas.


Texto completo:

PDF

Referências


ABEC. Elaborando trabalhos científicos. 3ª ed. Barra do Garças: ABEC/UNIVAR. 140p. 2015.

AFONSO NETO; A. I. Determinação de antidepressivos em plasma humano por cromatografia líquida de rápida resolução acoplada a um detector de fotodiodos (UPLC-DAD). Covilhã, Dissertação, p.106, 2011.

AGUIAR, C. C. et al. Drogas antidepressivas. Acta Med. v.24, n.1, p.091-098, 2011.

AIZENSTEIN, M.L. Fundamentos para o uso racional de medicamentos. São Paulo: Artes Médicas; 2010.

ARAÚJO, L. L. C et al. Distribuição de antidepressivos e benzodiazepínicos na estratégia de saúde da família de Sobral-CE. S A N A R E, v.11, n.1, p. 45-54, 2012.

CAMELO, A. E. M.; DINELLY, C. M. N.; OLIVEIRA, M. A. S. Psicotrópicos: perfil de prescrições de benzodiazepínicos, antidepressivos e anorexígenos a partir de uma revisão sistemática. Revista Eletrônica de Farmácia, v. 13, n. 3, p. 111-122, 2016.

FLECK, M.P et al. Revisão das diretrizes da Associação Médica Brasileira para o tratamento da depressão (Versão integral). Revista Brasileira Psiquiatria. v. 3, n.1,p. 7-17 2003.

FLECK, M.P et al. Revisão das diretrizes da Associação Médica Brasileira para o tratamento da depressão (Versão integral). Revista Brasileira Psiquiatria. v.31(Supl I):S7-17, 2009

FONSECA, A. A; COUTINHO, M. P. L; AZEVEDO, R. L. W. Representações Sociais da Depressão em Jovens Universitários Com e Sem Sintomas para Desenvolver a Depressão. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 21, n.3, p. 492-498, 2008.

FRANCO, S.M.; COSTA, F.Z.N.; LEÃO, A. L. M. S. Depressão: mal do século ou demanda do século? Revista de estudos organizacionais e sociedade. v.3, n.6, p. 2358-2311, 2016.

FULON; I. Uso de antidepressivos e benzodiazepínicos no sistema único de saúde de Porto Feliz – SP. Dissertação. Sorocaba, SP, p.157, 2011.

GARCIAS. C. M. M. et al. Prevalence of antidepressant use and associated factors among adults in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil, 2006. Cad. Saúde Pública, v. 24, n. 7, p. 1565-1571, 2008.

HURTADO, R. L. Estudo da utilização de antidepressivos pelos usuários da farmácia da clínica dos servidores da prefeitura municipal de belo horizonte. Belo Horizonte, Dissertação. p.105, 2008.

LOYOLA; A.I., UCHOA E., COSTA M.F.L. Estudo epidemiológico de base populacional sobre uso de medicamentos entre idosos na região metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Rev Saúde Pública. v.22, n. 12, p. 2657-67, 2006

LEITE; K.R. Avaliação do uso de medicamentos antidepressivos por funcionários de um hospital do Rio Grande do Sul. ERECHIM, Monografia. p.35, 2008.

MAGGIONI, D.C. et al. Levantamento do consumo de antidepressivos em um município do oeste de Santa Catarina, Iniciação Científica, CESUMAR, v. 10, n. 01, p. 55-62, 2008.

MORAES, H. et al. O exercício físico no tratamento da depressão em idosos: revisão sistemática. Revista Psiquiatria RS. v.29, n.1, p.70-79, 2007.

OHAYON M.M; LADER M.H. Use of psychotropic medication in general population of France, Germany, Italy and United Kingdom. J Clin Psychiatry. v.63, n.9, p. 203-9, 2002.

PAPAKOSTAS, George I. Tolerability of modern antidepressants. The Journal of clinical psychiatry, v. 69, n. 1, p. 8-13, 2008.

QUEIROZ, M. U. N.; FREITAS O; PEREIRA, L. R. L. Antidepressivos e Benzodiazepínicos: estudo sobre o uso racional entre usuários do SUS em Ribeirão Preto-SP. Rev. Ciênc. Farm. Básica Apl. v.33, n.1, p.77-81, 2012.

SCALCO, M. Z. Depression treatment of elderly Depression treatment of elderly patients using tricyclics, MAOI, patients using tricyclics, MAOI, patients using tricyclics, MAOI, SSRI, and other antidepressants SSRI, and other antidepressants. Rev Bras Psiquiatr. v. 24, Supl I, p. 55-63, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.