MORTALIDADE POR PNEUMONIA EM BARRA DO GARÇAS – MT NO ANO DE 2015

CARLA ROBERTA SILVA SOUZA ANTONIO, CINTHYA CRISTINA DE OLIVEIRA CANUTO DOS REIS, JACQUELINE HARIANE ALMEIDA AGUIAR

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar uma coorte de óbitos ocorridos em 2015 em Barra do Garças – Mato Grosso, segundo a causa básica Pneumonia, para determinar assim a incidência de mortalidade ocasionada por este agravo. A pneumonia continua sendo a maior causa de morte por doenças infecciosas no mundo, apesar de todo o avanço na área médica e social no decorrer do século e da disponibilidade de novos antibióticos. Vários fatores, dentre eles idade avançada e presença de algumas doenças crônicas, estão associados à sua maior gravidade e mortalidade. Verificou-se que o risco de internação e de morte por pneumonia foi sempre mais elevado na população masculina. Ao concluir este estudo, tendo base seu objetivo principal, constatou- se um alto índice de óbitos por pneumonia demonstrando uma alta taxa de letalidade do agravo neste município. 


Texto completo:

PDF

Referências


ABEC – FACULDADES UNIDAS DO VALE DO ARAGUAIA. Elaborando Trabalhos Científicos – Normas para apresentação e elaboração/Univar - Faculdades Unidas do Vale do Araguaia. Barra do Garças (MT): Editora ABEC, 2015.

ALMEIDA, J. R.; FERREIRA, O. F. Pneumonias adquiridas na comunidade em pacientes idosos: aderência ao Consenso Brasileiro sobre Pneumonias. Jornal Brasileiro de Pneumologia. Brasília, v. 30, n. 3, p. 229 – 236, 2004.

BORGES, A. W. M. SILVA, A. L. F. BOLPATO, M. B. FARIA, A. A. A assistência de enfermagem ao paciente terminal em unidade de terapia Intensiva (UTI). Interdisciplinar: Revista Eletrônica da Univar. Ago 2013, n.º 10, Vol – 2, p. 182 –187.

CASTRO, A. T. CARNEIRO, R. SOARES, F. A. J. Avaliação crítica da mortalidade por pneumonia no Serviço de Medicina Interna, no Hospital Padre Américo – Vale do Sousa. Medicina Interna Vol. 10, N. 2, 2003.

CASTRO, H. SOARES, J. A. Mortalidade num serviço de medicina, 2002.

CILLÓNIZ, C. TORRES, A. Entendimento da mortalidade em pneumonia pneumocócica bacterêmica. J. Bras. Pneumol. 2012;38(4):419-421.

DATASUS – Base de dados do Sistema Único de Saúde. Extraído de (http://www.datasus.gov.br.), acesso em (04/01/2016).

FELTEN, B. S. Enfermagem prática: geriatria e gerontologia. v. 2, Rio de Janeiro: Reichmann & Autores Editores, 2005.

FERNANDES, J. C; FERNANDES, I. C. F. EJZENBERG, B. Pneumonias Bacterianas. 9. Ed. São Paulo: Sarvier, 2007. Tomo III. Cap. 8, p. 207-215.

FERREIRA, O. S. BRITO, M. C. A. Pneumonia aguda – tema que todos devemos estudar. Porto Alegre. Jornal de Pediatria V.79, n.6. p. 478-479. Nov./dez. 2003.

FREITAS, E. V. et al. Tratado de geriatria e gerontologia. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

GONÇALVES, F. A. F. BRASIL, V. V. RIBEIRO, L. C. M. TIPPLE, A. F. V. Ações de enfermagem na profilaxia da pneumonia associada à ventilação mecânica. Acta Paul Enferm. 2012; 25(Número Especial 1):101-7.

GOMES, L. Fatores de risco e medidas profiláticas nas pneumonias adquiridas na comunidade. J Pneumol. 2001 ;27(2):97-114.

HANS, M. BITENCOURT, J. V. O. V. PINHEIRO, F. Fatores de risco adicionais à Escala de Braden: um risco para úlceras de pressão. Enfermagem em Foco. Novembro, 2011; 2(4):222-225.

MELO, J. P. W. C. SOARES, F. A. F. OLIVEIRA, F. E. CARVALHO, L. R. B 4 MÁRCIA TEIXEIRA, A. M. Assistência de enfermagem ao paciente com pneumonia. S A N A R E, V.14 - Suplemento 1 - COPISP – 2015.

NASCIMENTO, L. F. C, Marcitelli R, Agostinho FS, Gimenes CS. Análise hierarquizada dos fatores de risco para pneumonia em crianças. J Bras Pneumol. 2004;30(5):445-51.

FIGUEIREDO, L. T. M. Pneumonias virais: aspectos epidemiológicos, clínicos, fisiopatológicos e tratamento. J Bras Pneumol. 2009; 35(9):899-906.

PRESTO, B.; PRESTO, L. D. N. Fisioterapia respiratória: uma nova visão.3. ed. Rio de Janeiro: Bruno Presto, 2007.

RAMOS, L. R.; TONIOLO NETO, J. Guias de medicina ambulatorial e hospitalar UNIFESP – Escola Paulista de Medicina: geriatria e gerontologia. São Paulo: Manole, 2005.

RODRIGUES, J. C. SILVA, L. V. F. Bush, A. Diagnóstico etiológico das pneumonias - uma visão crítica. J Pediatr. 2002;78(Supl.2):S129-40.

RODRIGUEZ, A. H. BUB, M. B. C. PERÃO, O. F. ZANDONADI, G. RODRIGUEZ, M. J. H. Características epidemiológicas e causas de óbitos em pacientes internados em terapia intensiva. Rev. Bras. Enferm. Março – Abril, 2016; 69(2):229-34.

SOUZA, S. R. O. S. SILVA, C. A. MELLO, U. M. FERREIRA, C. N. Aplicabilidade de indicador de qualidade subjetivo em Terapia Intensiva. Rev. Bras. Enferm. Março, 2006; 59(2):201-5.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.